Por que as empresas precisam usar dados?

Mercado Imobiliário Set 28, 2020

Vivemos a 4ª revolução industrial, em que as tecnologias digitais e físicas se confundem, o mundo nunca produziu tanta informação quanto se produz hoje. Essa informação, muitas vezes na forma de Big Data, ou grande quantidade de dados, não deveria ser desperdiçada, especialmente pelas empresas. Essas informações oferecem insights que podem definir o futuro de uma organização.

Este é o primeiro texto da série Dados imobiliários na tomada de decisões.

Inscreva-se no Blog da Kapputo e não perca nenhum conteúdo!

Dados e inteligência de negócio

Dados são informações sem processamento, e portanto, passíveis de diversos usos. Dados só são informações quando são limpos e analisados. O processo de Business Intelligence é justamente coletar, organizar e analisar dados para obtenção de insights estratégicos para qualquer negócio.

Os dados podem ser usados em qualquer estágio de uma estratégia empresarial, seja:

  • previamente, para a tomada de decisão;
  • durante a implementação de estratégia: a fim de monitorar os processos;
  • posteriormente, para análise de resultados.  
Dados podem ser usados na estratégia de empresas, tanto na tomada de decisão quanto monitoramento de ações de melhoria. Photo by Stephen Dawson / Unsplash
Dados podem ser usados na estratégia de empresas, tanto na tomada de decisão quanto monitoramento de ações de melhoria.

Esses dados podem se originar em diversas fontes, externas ou internas à organização. O principais tipos de dados são:

  • dados sociais: dados gerados nas redes sociais, como curtidas, tweets, comentários, fotos e vídeos adicionados às mídias sociais; pesquisas no Google também estão nesta categoria de dados, que fornecem insights importantes para identificação de tendências de mercado.
  • dados transacionais: dados gerados a partir de transações, como ordens de pagamentos, recibos, e faturas.
  • machine data ou dados de máquina: dados gerados por equipamentos industriais, como os dados gerados por sensores e câmeras; com o crescimento da internet das coisas, a quantidade de dados de máquina gerados tende a ser cada vez maior.

Embora já seja lugar-comum dizer que dados são o novo petróleo, isto é, dizer que dados são tão valiosos quanto o petróleo em um mundo digital e complexo, o que poucas empresas e gestores parecem entender é que dados sem tratamento são tão inúteis quanto petróleo sem tratamento.

Quem usa dados para inteligência de negócio?

Todos os grandes players do mercado, ao gerar grande quantidade de dados de seus clientes, tomam decisões estratégicas baseadas em dados.

Empresas como Amazon e American Express usam os dados de seus clientes para melhorar o atendimento e prever comportamento dos consumidores. A American Express chega a afirmar que é capaz de prever 24% das contas que vem a fechar dentro de 4 meses.

A GE usa dados de máquina para aumentar a confiabilidade de seus produtos e aumentar a eficiência de processos. Já a Starbucks sabe exatamente onde deve abrir novas lojas a partir de dados imobiliários, como informações demográficas e de tráfego do local.

O uso de dados imobiliários é usado em decisões sobre abertura de novas filiais. Photo by Macau Photo Agency / Unsplash
O uso de dados imobiliários é usado em decisões sobre abertura de novas filiais.

Por que usar dados como inteligência?

Entre as valiosas vantagens do uso inteligente de dados nas organizações, estão:

  • revelar forças e fraquezas de uma organização: analisar dados gerados por uma organização pode revelar gargalos e fontes de vantagem competitiva;
  • otimização de processos: ao identificar gargalos nos processos, é possível atuar exatamente na origem do problema;
  • revelar tendências de mercado: dados sociais podem apontar tendências no comportamento do consumidor e orientar ações estratégicas das organizações;
  • prevenção de riscos de mercado: assim como os dados podem revelar oportunidades de mercado, também podem revelar que investimentos podem ser arriscados;
  • tomar decisões de negócio sem vieses: tomar decisões baseadas em dados remove o caráter heurístico e instintos humanos envolvidos em decisões de negócio.
Tomar decisões sem viés é uma das principais vantagens de ser uma organização orientada por dados. Photo by Victoriano Izquierdo / Unsplash
Tomar decisões sem viés é uma das principais vantagens de ser uma organização orientada por dados. 

Desafios no uso de dados

Embora as vantagens de usar dados para tomada de decisão de negócio sejam indiscutíveis e que os benefícios de decisões data driven sejam incrivelmente valiosos, usar dados de forma inteligente nas organizações não é tarefa tão trivial. Muitas organizações ainda não entendem como os dados geram inteligência, redução de custos e lucratividade.

Não basta às organizações que os dados existam, e em grande quantidade; é preciso que os dados sejam disponíveis, que sejam de qualidade, e é preciso saber usá-los, tratá-los e tomar decisões coerentes com as valiosas informações que eles trazem.


A Kapputo fornece dados imobiliários e análises personalizadas para tomada de decisão de empresas de diversos setores. Saiba mais clicando aqui.

Agradecemos a leitura! Inscreva-se no Blog da Kapputo deixando seu e-mail logo abaixo.

Marcadores

Marília Ferreira

Eterna aprendiz de tudo, buscando absorver e disseminar o conhecimento sobre inovação no mercado imobiliário.

Great! You've successfully subscribed.
Great! Next, complete checkout for full access.
Welcome back! You've successfully signed in.
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.